Por fortalecimento da parceria, punições da ELF e da BFA valem nas duas Ligas

Nos últimos dias, um caso chamou a atenção da comunidade do futebol americano no Brasil. Assim que a informação da contratação de um ex-jogador da European League of Football (ELF) chegou à Liga, foi agendada uma reunião com Patrick Esume, comissário da ELF, para tratar do assunto. A reunião ocorreu na manhã de hoje, 27/10/2021, e o resultado foi muito positivo.


Enquanto parceiras, as duas ligas concordam que as punições aplicadas na ELF sejam estendidas à BFA, e que o mesmo aconteça no caminho oposto. Com isso, qualquer atleta que esteja impedido de participar de jogos da ELF também estará impedido de participar de jogos da BFA, e não terá sua inscrição validada caso isso venha a acontecer. A ELF comunicará à BFA todos os casos disciplinares ocorridos na temporada de 2021 para que as punições na liga europeia tenham validade também na liga brasileira.


É fundamental que a mensagem seja forte e direta quando nos deparamos com casos de racismo. A Liga BFA não aceitará qualquer conduta discriminatória e tomará as medidas necessárias para coibir casos futuros.

114 visualizações0 comentário